Templos budistas em Bangkok

Desde o planejamento eu já sabia que iria amar Bangkok! Foram apenas 2 dias e meio na capital, e mesmo com o ritmo frenético, deixamos algumas atrações para trás.

Reservamos o primeiro dia para conhecer os principais templos. Fazia pouco mais de 2 meses do falecimento do Rei Bhumibol Adulyadej, muito querido pelo população, o Rei tinha um status de quase divindade. A população local estava em luto, vestiam roupas pretas sóbrias, e carregavam fotos do Rei nas visitas aos templos. Em volta dos templos, voluntários distribuíam água e alimento gratuitamente, para os locais e para os turistas, em homenagem ao Rei.

IMG_4490
Barcos de transporte no rio Chao Phraya

Usamos o metrô e o sistema de transporte do rio Chao Phraya para chegar aos 3 templos principais, que ficam bem próximos um do outro. Começamos pelo Grand Palace, um grande complexo de templos onde fica o Wat Phra Kaew (templo do Buda Esmeralda).

Grand Palace e Wat Phra Kaew – Templo do Buda Esmeralda

IMG_4508
Mar de gente no Grand Palace/Wat Phra Kaew

O Buda esmeralda (que na verdade é de jade), é considerado o Buda mais sagrado da Tailândia. Não é permitido tirar fotos. Ele é pequeno, deve ter uns 40 cm, e fica protegido por um vidro, no alto do altar do Wat Phra Kaew.

IMG_4634
Lindos jardins do Grand Palace
IMG_4510
Diversos templos do Grand Palace.

 

IMG_4533

IMG_4618
Detalhe do trabalho minucioso em porcelana de alguns dos templos do Grand Palace.

Atenção para o dresscode! Apesar do calor, as mulheres e homens devem estar com joelhos e ombros cobertos. Minha saia tinha fendas laterais, e não tive problemas para entrar. Já o Tiago, de bermuda, precisou emprestar uma calça!!! Se você for barrado na entrada, eles já te direcionam para a sala onde você pode emprestar a roupa, mediante um valor caução em dinheiro, que é devolvido quando você devolve a peça na saída!

IMG_4558

IMG_4580
The freak photo show! Tem que ter paciência!
  • COMO CHEGAR: Vá até a estação de metrô Saphan Taksin, que fica em frente ao pier no rio Chao Phraya. De lá, pegar o barco e descer na estação Ta Thien, que fica entre o Grand Palace e o Wat Pho.
  • PREÇO: 500 Baths (cerca de 50 reais).
  • HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO: Todos os dias, das 8:30 às 15:30h.

ATENÇÃO PARA O GOLPE! Motoristas de tuk tuk abordam os turistas e perguntam onde estão indo. O turista responde, e o motorista diz que o templo está fechado para oração, e abre novamente às 14h. Então eles oferecem para levar em outro templo e em lojas de artesanato. Nestas lojas o motorista recebe uma porcentagem das vendas. Não é nada violento, ou que ofereça algum risco, mas é um golpinho, melhor evitar para poupar tempo e dinheiro!!! Aconteceu conosco na caminhada entre o Grand Palace e o Wat Pho, mas como já sabíamos antecipadamente, não caímos! Quem quiser saber mais sobre os golpes em Bangkok, vale a pena ver o episódio de Bangkok do documentário Capitais do Delito (tem no Netflix!).

Wat Pho – Templo do Buda Reclinado

IMG_4657.JPG
Wat Pho – templo do Buda Reclinado

Do Grand Palace ao Wat Pho é uma pequena caminhada, e as ruas são sinalizadas com placas escritas em inglês e tailandês. É bem fácil de chegar, só fiquem atentos ao golpe do tuk tuk!

IMG_4715

Além do templo do Buda Reclinado, o Wat Pho também tem outros templos secundários, dentro do mesmo complexo. O fluxo de pessoas aqui era menor, então deu para aproveitar bastante, observar os fiéis e tirar fotos melhores.

IMG_4742.JPG

 

Dentro do Wat Pho funciona a mais tradicional escola de massagem e medicina Tailandesa do país. Fica na saída do complexo de templos, e não precisa agendar, é só tirar a senha e aguardar poucos minutos até sua vez! E depois de tanto andar, a massagem dá aquela renovada nas energias para seguir em frente no roteiro!

IMG_4754.JPG

 

  • COMO CHEGAR: Pequena caminhada desde o Grand Palace, por ruas bem sinalizadas.
  • PREÇO: 100 Baths (cerca de 10 reais). Dá direito a uma garrafinha de água mineral. O preço da massagem é a parte, mas é bem razoável pela qualidade.
  • HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO: Todos os dias, das 8:00 às 17:00h (massagem até as 18h).

 

Wat Arun – Templo do Amanhecer

O próximo e último templo que visitamos foi o Wat Arun (templo do amanhecer). Infelizmente ele estava com algumas torres em reforma, com vários andaimes atrapalhando a paisagem.

IMG_4780.JPG
Wat Arun em reforma

De longe ele nem parece tão bonito. Mas de perto você vê os ricos detalhes, as torres são todas desenhadas com mosaicos de porcelana. Ah, e os jardins são fabulosos!

IMG_4794

IMG_4800
Jardins do Wat Arun
  • COMO CHEGAR: Vindo do Grand Palace ou do Wat Pho, pegar o barco que faz a travessia para a outra margem do rio Chao Phraya.
  • PREÇO: 50 Baths (cerca de 5 reais).
  • HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO: Todos os dias, das 8:00 às 17:30h.

 

Na saída do Wat Arun, assim como em vários pontos espalhados pela cidade, existem vendedores de frutas frescas já cortadinhas, e o incrível sorvete de coco servido no coco, perfeitos para refrescar entre um templo e outro!

20161217_15012120161217_144232

Estes foram os templos budistas que visitamos em Bangkok. Infelizmente não deu tempo de ir ao Wat Benchamabophit (templo de mármore), o que me deixou um pouco frustrada. Quem sabe um dia voltamos?

6 comentários em “Templos budistas em Bangkok

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: